23.7.14

Sorteio: Extraordinário


Oi, meus amores! Como vão vocês?
Como eu amo escrever post de sorteio! Já faz um tempinho que queria sortear um livro com um assunto bem legal. Pedi sugestões na fan page e no instagram do blog (segue lá!) e o escolhido foi Extraordinário!


Sinopse:
"August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, ainda mais quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros."
[A Lulu resenhou ele aqui]


As regras são bem simples:
Para se cadastrar no sorteio: preencha o formulário abaixo e curta a fan page do Blog da Brub.
Para uma chance extra: siga o blog com o Google Friend Connect (lateral do blog).
Para mais uma chance extra: siga o instagram do blog.

Preencha o formulário novamente para cada chance extra. Cada pessoa só tem direito a, no máximo, 3 envios de formulário. Como sempre, se as regras não forem cumpridas, o sorteio é refeito.



O sorteio acaba dia 29 de agosto. Se inscreva e manda pros amigos que te emprestariam se ganhassem, pros primos, irmãos... e boa sorte!

22.7.14

Tutorial: Como consertar maquiagem compacta quebrada

Oi pessoal!
Como eu falei no post anterior, eu recebi minha paleta de sombras do AliExpress, mas como eu já esperava, algumas cores vieram quebradas. Eu sei que muita gente já fez tutorial ensinando a consertar cosméticos compactos, mas vou postar mesmo assim porque é super útil.

Para consertar sua sombra -- ou seja lá o que você está consertando -- você vai precisar de:

- O pó que você quer recompactar
- Um recipiente para fazer a mistura
- Uma colher pequena
- Álcool (pode ser líquido ou em gel)
- Papel toalha (que eu esqueci de por na foto)

Passo a passo


Depois, basta deixar secar pro restinho de álcool evaporar e pronto. Não fica com cara de novo, mas pelo menos não fica sujando tudo e volta a ser fácil de usar.
Você pode fazer isso com qualquer produto que você queira compactar, como por exemplo restinhos de vários pós compactos pode virar um inteiro novo, um bronzer, blush ou sombras que quebrarem... tudo dá pra consertar! :)

Beijos!

20.7.14

Meu romance com Osnir


Osnir apareceu na minha vida aos poucos, mas nunca realmente entrou. E também nunca saiu dela, o que deixou uma saudade imensa e inexplicável. Tudo começou de forma muito casual, como quem não quer nada.

- Você precisa conhecer esse restaurante -- ele me disse um dia, quando andávamos de carro por um bairro da Zona Sul de São Paulo.
- Claro, vamos sim -- concordei.
Não fomos.

Outro dia, no carro dos meus pais, passamos novamente pelo tal restaurante. Agora já sabia detalhes. Hambúrgueres. Maionese famosa.
- Nossa, queria muito te trazer aqui um dia desses. Você que adora maionese vai amar.
Isso me animou mais ainda pra conhecer. Só concordei e passamos direto. Não fomos.

Eu sentia como se precisasse conhecer esse restaurante ou não seria uma pessoa completa.
- Vamos almoçar aqui um dia desses? A maionese daqui é maravilhosa.
Se ele, que detesta maionese ama a maldita maionese, aquilo deveria ser, no mínimo, incrível. Mas novamente passamos direto. Não fomos.

Terminamos o namoro e até hoje não conheço o tal restaurante. Até hoje passo em frente e lembro de como sinto saudades... do hambúrguer que não provei. O nome do lugar é Osnir.
Se você tiver qualquer pretensão de me conhecer melhor ou quer achar uma forma de se aproximar, me convide pra provar o tal lanche com a tal maionese maravilhosa do Osnir. Convite já aceito.

19.7.14

Resenha: Paleta de 120 sombras - AliExpress


Depois de receber minhas 2 primeiras encomendas do AliExpress (a paleta de corretivos e uma meia fina daquelas com renda na altura da coxa), ontem chegou a que eu mais esperei: minha paleta de sombras de 120 cores.


Primeiramente, vamos falar de como foi a entrega: esse foi o produto que mais ultrapassou o tempo esperado, até estourou o prazo, mas o vendedor entrou em contato e foi super atencioso.


Chegou aqui em casa numa embalagem igual a da paleta de corretivos, com caixinha e plástico bolha, mas mesmo assim algumas sombras quebraram :( Sobre a embalagem do produto em si, o material também é o mesmo da paleta de corretivos. Não gostei da lógica dessa paleta porque uma das placas fica em cima da outra, em vez de ficarem uma de frente pra outra...


Agora sobre a qualidade do produto em si: a fixação poderia ser melhor, mas a pigmentação é excelente! Muito boa mesmo, todas as cores são bem fortes, tanto as opacas quanto as cintilantes. Amei a variedade linda de cores! Amo tons de roxo e tem mais de uma fileira só pra essa cor! <3


Só achei uma pena que algumas cores estão com a cor "estragadinha", como 2 dos tons de laranja. Maaaas, como tudo nessa vida tem jeito, pensei em quebrar essas duas e recompactar, como vou fazer com a que mostrei que está quebrada, lá em cima. Posto tutorial aqui quando estiver pronto.


Apesar dos pesares, as cores são lindas e da pra fazer várias makes diferentes com elas. A paleta não é prática por ser grande, mas é daquelas que quem ama maquiagem tem que ter. Ah, e paguei só $13,99. Não dava pra esperar que fosse tipo uma Naked, né?! Haha
Link para comprar a paleta que eu comprei no AliExpress.

E vocês, compram no AliExpress? Já compraram maquiagem por lá? Me contem ;)

14.7.14

A importância de comida mexicana e saber sofrer

Antes de uma amiga aparecer na minha vida com as sábias palavras da ressaca, eu me impedia de sofrer. Criava um bloqueio mesmo. As coisas tão ruins? Vamos sair pra dançar. Tá péssimo? Sair pra beber. Tá confuso? Dormir. Encarar um problema costumava ser minha última vontade. E foi assim, bom mesmo não estava, mas criava uma bolha onde nada de ruim poderia me afetar e me impedia de desmoronar.

Eis que na virada do meu aniversário, de 17 pra 18 anos, fui para uma balada com essa amiga e mais uma -- obrigada pela comemoração <3 --... e era open bar. Qual a chance de beber pouco em open bar? Enfim, no final da noite/começo da manhã, lá estava eu, sentada na bancada de um restaurante mexicano, comendo meu burrito entupido de guacamole e choramingando um amorzinho que não deu certo. Em plenos primeiros minutos de maioridade. Essa minha amiga, linda que é, me ouviu sem criticar enquanto comia o burrito dela. No fundo, achei que ela estava era de saco cheio e se concentrando mesmo na comida, mas estava era absorvendo meu mimimi. Não falou nada demais sobre o assunto, me acompanhou até metade do caminho de volta e fomos para nossas respectivas casas. Lembro que, em algum momento da noite, ela me disse que eu precisava "aprender a sofrer", me dar a oportunidade de sentir isso às vezes, algo assim. Não entendi muito bem o que ela queria dizer na hora e levei pro lado ofensivo mesmo. Levei como se ela não respeitasse meu jeito de lidar com o que há de ruim na vida. “Cada um tem seu jeito né?! Não precisa todo mundo sofrer igual.”

Uns dias depois, o que ela me disse ainda estava na minha cabeça e só piorou quando vi como foi mal comemorada a data que eu tanto esperei, triste e enchendo o saco de duas ótimas amigas. Passei uns dias refletindo sobre “como sofrer”. Não parecia uma coisa que a gente escolhe fazer, mas se “não sofrer” pode ser opcional, então sofrer também poderia. Mandei uma mensagem para ela dizendo como finalmente "aprendi a sofrer"-- enquanto ouvia repetitivamente umas três músicas tristinhas. Estourei a bolha que me prendia na falsa alegria de deixar tudo parecer incrivelmente bem quando não estava e parei de tentar fugir de uma situação ruim. Chorei e muito por uns dias, mas era esse o propósito: deixar acontecer naturalmente o que estava destinado a acontecer.

Encarar o que está ruim é difícil, pode te fazer ouvir coisas que você não quer, pode acabar com uma situação mais ou menos (ruim, mas que pelo menos existe), o qual era o meu caso. No fim das contas, eu não fui atrás de resolver meu problema, eu acabei com o que me fazia mal de uma vez. Sempre soube o quanto a pessoa que me fazia sentir assim me fazia mal e que falar tudo não ia mudar nada. Na verdade, pioraria tudo, mas isso não vem ao caso. Então agora estou bem, não dói mais, mas porque eu resolvi que o melhor a fazer era superar. Pelo menos resolvi encarar a realidade como ela é parei de sonhar com as possibilidades de uma coisa que eu não me mexi pra fazer acontecer. Me dar a permissão para sofrer me fez tomar uma posição a respeito de uma coisa que eu empurrava com a barriga.

Se deixe sofrer sim. Se enganar não vai fazer com que as coisas fiquem realmente bem, só vai te fazer parecer idiota pra si mesmo, mas não sofra por mais tempo que o necessário. Isso deve te ajudar a ir resolver seu problema em vez de ficar no comodismo de deixar tudo como está. Mas, na dúvida, junte uma boa amiga sincera, uma bebidinha e um restaurante mexicano pra refletir.

Ah! Ilustre esse post como sua imaginação desejar. Batalhei para encontrar uma foto que refletisse o que eu sinto sobre ele mas não foi dessa vez.
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...